A Evolução dos Novos Consumidores

0
541

Velocidade e praticidade aliadas à qualidade e tecnologia

A evolução dos novos consumidores (omniconsumidores-cidadãos) é um dos mais relevantes elementos no processo acelerado de evolução do nosso país quando se fala de tecnologia e sociedade.
Quem trabalha em varejo já deve ter ouvido ou vai ouvir falar muito do novo conceito Omni-Channel.

Essa foi uma das grandes tendências apresentadas na convenção da APAS (Maior feira de supermercados da America Latina) e que hoje já são mais que realidade.

Mas o que seria isso? 

Não há mais diferenças entre loja física ou virtual. O cliente conhece o produto na loja, compra pela internet, e vice-versa. O consumidor de hoje é multicanal e cross canal, ou seja, compra em diversos canais no momento que for mais conveniente e prático para ele, podendo cruzar compras em ambientes físicos e virtuais. Entram nessa história as próprias lojas físicas, venda porta a porta, e-ecommerce, mobile Commerce, tvcommerce, social commerce, ou seja, não existe somente um canal de compras agora.

É só observarmos os baixos índices de confiança do consumidor ocorridos mostrando a força do nível de relacionamento digital que os sentimentos coletivos compartilharam de forma a parar o país inteiro.
Se assim conseguiu generalizar um comportamento coletivo de descrença, desilusão e frustração convertendo em um baixo índice de confiança do consumidor e impactos ao consumo do varejo, imagine esta força a favor do varejo.
Segundo estudo recém publicado pela Fundação Getúlio Vargas, e mencionado por Marcos Gouvea em sua palestra na convenção da APAS, existem, no Brasil, mais de 310 milhões de equipamentos conectados à internet, dos quais 160 milhões seriam telefones inteligentes, o que colocaria o Brasil como o sexto maior mercado mundial.
E que de janeiro a fevereiro/2018, em apenas dois meses, esses celulares que conectaram à internet  representaram 95% dos aparelhos vendidos no País, somando um total 8,5 milhões de aparelhos que ajudam os clientes a se conectarem ao varejo nacional.

Neste processo evolutivo recente, os supermercadistas, especialmente aqueles que visualizam oportunidades futuras, precisa ampliar suas ofertas e a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, tocados pelo fato de que esses demandam sempre mais por menos e possuem acesso a mais elementos que os permitam a analisar e comparar todos os pontos de vendas, realizando assim em tempo real crítica e informações sobre sua compra, os caracterizando como a nova tendência do varejo os Omniera.

A tecnologia avança num processo muito acelerado, seja mais tecnológico para ser mais evolutivo.ot foresee.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por Favor Digite Seu Comentário!
Por Favor, Digite Seu Nome Aqui