WMS – Nova funcionalidade de Gerenciamento de Loja

0
266

Quando o assunto se refere à depósito central, é muito comum ouvirmos falar da sigla WMS (Warehouse Management System), cuja tradução é Sistema de Gerenciamento de Armazém.

O WMS é um sistema que aumenta a eficiência e produtividade na gestão da central de distribuição, e tem como função controlar e organizar o estoque, além de automatizar os processos do depósito. Dessa forma, além de proporcionar agilidade nas operações, consequentemente gera atendimentos de qualidade, com a redução dos erros operacionais e permite um crescimento no âmbito financeiro com a redução de perdas e custos operacionais.

Com o sistema WMS, todas as mercadorias recebidas são escaneadas, fazendo uma conferência dos itens que contém na nota fiscal com o que chega fisicamente. As mercadorias são etiquetadas e endereçadas, facilitando a organização do depósito e permitindo a otimização do espaço disponível. Todas as operações realizadas na Central de Distribuição (CD) são desenvolvidas através de coletores wi-fi com convocação ativa, assim como o recebimento, separação e expedição.

Tendo em vista essa organização do depósito através do WMS, a empresa de software para supermercados, Solidcon Informática, desenvolveu o “WMS de loja”, cujo objetivo é operar na reposição da loja de forma automática e ativa, visando a diminuição do índice de ruptura da área de venda.

Para que essa ferramenta funcione, o primeiro passo é realizar um inventário no depósito da loja a fim de mapear e conhecer o estoque dos produtos que se encontram no depósito. A operação da loja deverá informar o estoque mínimo de gôndola necessário, de cada produto, para que a exposição do mix não seja prejudicado. A partir dessas informações, à medida que acontece a venda, o sistema identifica os itens que precisam de reposição e gera tarefas, através de convocação ativa, para repor as gôndolas. Não deixando apenas para as pessoas, exclusivamente, a decisão de repor a área de venda. Além disso, é possível que o próprio operador de loja cria as tarefas de reposição, manualmente, de acordo com a necessidade percebida por ele.

A ruptura é um dos piores vilões das vendas no varejo, calcula-se que 4,9%* do faturamento podem ser perdidos devido a falta do produto na gôndola. Sendo assim, desenvolver algo que diminua o índice de ruptura tem sido um desafio para consultorias que prestam serviços para o varejo.

A tarefa de repor as gôndolas, que até então sempre foi de responsabilidade exclusiva das pessoas, com essa ferramenta de “WMS de loja”, é possível diminuir a ruptura e agilizar a operação de reposição, garantindo assim, que todo o mix da loja esteja exposto à disposição dos clientes.

*Dados da Nielsen

Imagem de ruptura de gôndola
Tela do APP Coletor Solidcon – Reabastecimento
Imagem de reposição de gôndola por app

Texto de Danyelle Tavares – Solidcon Informática

Trabalha no ramo supermercadista desde 2003, formada em Administração de Empresas, com ênfase em Logística na UFRJ. Atuou em projetos logísticos e de operação de loja, como por exemplo, o projeto de reposição automática das lojas Sendas e Extra, na época da Fusão com o Grupo Pão de Açúcar. Em 2006 Participou da implantação do sistema WMS no depósito central dos Supermercados Princesa, conhecendo toda operação do depósito e a automatização desses processos no sistema. Há 9 anos atua na Solidcon, atualmente como Coordenadora de Vendas.

danyelle@solidcon.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por Favor Digite Seu Comentário!
Por Favor, Digite Seu Nome Aqui