4 DICAS PARA SER RESILIENTE NOS NEGÓCIOS

0
367

Por Fábio Queiróz, presidente da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro – ASSERJ, e VP da Associação Brasileira de Supermercados – ABRAS.

O presidente da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ) e VP da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), Fábio Queiróz, atua há 18 anos no varejo supermercadista. Atualmente, seu nome é sinônimo de inovação à frente setor, sendo apontado como profissional revelação pelos executivos e líderes da área. Queiróz foi o mais jovem a assumir a presidência da ASSERJ, em 2015, então com 38 anos e, em 2019, renovou sua gestão à frente da Associação para os próximos três anos.

O executivo possui importante atuação no setor por investir constantemente em conhecimento para aperfeiçoar o varejo. É responsável por formatar novos eventos para o setor no Rio de Janeiro, como o ASSERJ Conecta, voltado para tecnologia; além de fazer com que a Convenção ABRAS retornasse ao Rio de Janeiro, após 14 anos sendo realizada fora do Estado. Ele reformulou a Super Rio Expofood, uma das maiores feitas da América Latina do varejo alimentício que, em 2020, passa a se chamar ‘SRE Trade Show’.

Para chegar a importante posição que ocupa – representar cerca de 300 supermercados no Estado do Rio de Janeiro – a resiliência foi, e ainda é, uma de suas características profissionais. Fábio Queiróz teve uma brilhante carreira estudantil, se formou aos 16 anos na escola, e entrou na Faculdade de Direito com a mesma idade. Foi emancipado aos 20 anos por força do Diploma. Passou dois anos trabalhando com o pai no comércio antes de se tornar auditor fiscal no município de São Gonçalo – RJ. Iniciou a carreira na área jurídica do Supermercados Mundial, uma das maiores redes do Rio de Janeiro.

Fábio Queiróz reuniu 4 dicas para ser resiliente nos negócios:

1 – Eliminar ideias ruins: Para o executivo, grandes ideias muitas vezes são mal executadas: planejar e fazer o diagnóstico é fundamental para eliminar as ‘ideias ruins’ que podem atrapalhar bons negócios;

2 – Ajeitar as coisas rápido: Errar tem que fazer parte da cultura de todas as empresas. O Vale do Silício tem o apelido de ‘Vale do Erro’. O importante é a velocidade de consertar o erro, e mais rápido que o concorrente.

3 – Aprendendo com os erros e acertos: Steve Jobs dizia para conectarmos os pontos. Para se adaptar rápido as mudanças é preciso lembrar-se de todas as etapas que já foram vividas, e que trouxeram aprendizado para a adaptação.

4 – Cuide das emoções: Investir em inteligência emocional nas empresas, a paciência faz toda a diferença.

Fonte: Agência A+ | Assessora: Juliana Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por Favor Digite Seu Comentário!
Por Favor, Digite Seu Nome Aqui