GESTÃO CORPORATIVA ou ASSOCIATIVA…
Perspectivas 2019
Previsibilidade é coisa do Passado !… As expectativas são Grandes e, geradoras de Inseguranças. Os níveis de exigências terão uma evolução acima das nossas vontades e, para alguns, acima de estarem preparados para atender.  Faz-se necessário MUDAR muita coisa na Gestão/Operação e, rapidamente, evitando-se desgastes desnecessários !…  As expectativas projetam um Ano MUITO DIFÍCIL, considerando-se realidades e exigências de várias naturezas ou circunstâncias…
Os cenários são realmente geradores de Insegurança, resultando na Falta ou Adiamento de Planejamentos ou de Programações de Investimentos, apesar de demonstrações / ações pontuais. Faz-se necessário Alto Padrão Gerencial, Liderança Ativa / Presente / Motivacional, Informações e Controles.
Gestão para Sobrevivência…
Mudança, Mudança, Mudança – A única garantia à Busca da Excelência… Inovação, Criatividade, Idéias – Excelência em Inovações Criatividade e Velocidade de Ação – Ingredientes de Diferencial Gente, Time – Clima de Integração, com foco em Prestação de Serviços e em Prioridades Desafio – Viabilizar o Impossível Aprendizagem, Evolução, Profissionalização – Por Informação e Orientação Quesitos Básicos: Identidade ( Imagem/Credibilidade ), Unidade (Linguagem única), Envolvimento (Conscientização participativa/Colegiado) e Comprometimento (Acreditar/Fazer Acontecer) Assim como o Consumidor, o Empresário demonstra sua Fidelidade por Prestação de Serviços, Benefícios Reais, Suporte às suas demandas e necessidades operacionais. Necessidade de Superação de LIMITES… NOVOS TEMPOS x NOVOS RUMOS !…
Cenários do Mercado | Pelos Fornecedores
“Desespero” de Vendas Um acirramento relevante da competitividade x Perdas de Espaços x Concentração do Mercado A Lei básica do mercado foi revogada, pois a realidade é de MUITA OFERTA Pelos Varejistas “Desespero” de Sobrevivência Uma competitividade cada vez concentrada, desigual e, profissionalizada.
Grandes Redes desenvolvendo Novos Formatos – Atacarejo, Bandeiras para Lojas Conceitos – Vizinhança / Bairro Insegurança do Amanhã. Herança do ônus de uma miopia por fatores Culturais.
O problema não está na Compra mas, na Operação. Desperdícios, Despreparo, Qualidade de Atendimento, Prestação de Serviços e Falta de Processos e de Liderança, enriquecem a Concorrência
Futuro
As expectativas são Altas mas, as chances cada vez mais Baixas.
Há uma dependência clara de Fatores Culturais, com evidência às resistências por Individualidades e Vaidades… São extensos os Desafios, com destaque às Significativas Diferenças/Desigualdades entre Participantes(Culturais, Sócio-Econômicas, Público Alvo, Composição Societária, Sucessão Familiar, Mix Produtos, Margens/Rentabilidade, Visão de Mercado, Ambição de Futuro, Sensibilidades para Processos – Tecnologia/ Prevenção de Perdas/RH/…, Vaidades e Individualidades) Será bastante providencial fazer, em condição criteriosa e objetiva, quer de forma individual e, muito principalmente, de forma coletiva, uma Auditoria de Posição de verdadeiras / sinceras / transparentes expectativas: O que desejamos ? / O que conquistamos ? / Como estamos ? / O que deixamos de fazer e, outras fazem ? / Para onde precisamos ir ?  / O que precisamos fazer ?  /  Como iremos ?… Seria oportuno refletir, fundamentados, à Imagem Corporativa, aos seus Verdadeiros Diferenciais e, ao Nível de Satisfação dos Resultados.
Precisamos sensibilizar-nos à busca de Alternativas Operacionais e, seria verdadeiramente prudente, definição prática de todos os raciocínios com posicionamentos resultantes para um Planejamento Estratégico de SOBREVIVÊNCIA.
Vários são os exemplos de Sucessos por iniciativas de Ações Estratégicas. A verdadeira essência da Gestão Corporativa transcende os aspectos/soluções Comerciais. Há uma necessidade para visão/sensibilidades de Benefícios pela Representatividade, Escala, Calendário de Ações, Imagem Institucional, Coordenação Profissional, Ações Centralizadas em colegiado, com Compromissos de Participação/Fidelidade. Destes exemplos, sem referência as realidades regionais mas conceituais/viabilidades, há duas lições básicas  por trás do Sucesso:  Escala é uma Função de Eficiência – O crescimento sem Processos Internos a fim de garantir a eficiência operacional, raramente se verifica como duradouro…
Eficiência é uma questão de Investimento, seja de Tempo/ de Dinheiro / em Ações – Outra maneira de colocar esse ponto é destacar que o Sucesso é a Profissionalização das Operações dia-a-dia, sem improvisação ou omissão. Faz-se necessário um Planejamento de Curto/Médio/Longo Prazo (o qual contraria muitas vezes a natureza do negócio) e, uma consequente Dedicação obstinada/objetiva, para apoiar tal Planejamento. Precisamos Acreditar que existem mecanismos e soluções às necessidades que possam ser identificadas.
Algumas Reflexões:
Não há nada que não possa ser melhorado… O entendimento e a busca de sensibilidades precisam ser motivos de Debates contínuos e periódicos, com foco permanente no suporte de um Planejamento Estratégico. Tempos, possivelmente mais difíceis estão visíveis. Quem decide pode errar mas, quem não decide já errou…
Não perguntamos mais qual o tempo de vida/operação de um negócio mas, quanto tempo ainda conseguirá sobreviver se não Mudar/Renovar… Não há mais espaços para catedráticos do Achismo, é preciso agir enquanto é tempo…
Se desejamos ser vistos/avaliados, precisamos fazer/ser Diferente !… “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer…”
Reflitam criteriosamente sobre tudo isso… com a Missão da Busca da Excelência…
Boa $orte !
Acompanhem nosso BLOG – gentedevarejo.blogspot.com.br
Destaque para Artigos publicados, Reflexões e Rapidinhas…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por Favor Digite Seu Comentário!
Por Favor, Digite Seu Nome Aqui